segunda-feira, 14 de maio de 2012

"20 Anos de Revenge: trilha da minha adolescência!"



  Como hoje, 14 de Maio de 2012 comemora-se 20 anos do lançamento do disco "Revenge" do KISS, que foi muito importante na minha formação, resolvi falar um pouco da minha experiência junto à esse álbum que foi trilha sonora da minha adolescência, espero que se juntem à mim nessa viagem na máquina do tempo de Bill & Ted!
Capa original do "Revenge" (1992)
  Corria o ano de 1991 e o KISS resolveu reverter a situação que a banda enfrentava desde os anos 80 de baixa no mercado e como atitude primordial trazer Gene Simmons de volta de corpo e alma pra banda, pois há anos ele se dedicava a filmes toscos no cinema e só aparecia na banda pra 'dar um olá', deixando tudo nas mãos de Paul Stanley. Com Gene Simmons empenhado de volta, a banda que também era formada pelo eterno coração do KISS Paul Stanley e Bruce Kulick desde 1984 nas guitarras e Eric Carr na bateria desde 1980, resolveu resgatar suas raízes cruas de Rock duro de macho e trocar as roupas coloridas por roupas de couro preto e gravar com Bob Ezrin, o mega-produtor de "Destroyer" de 1976, o maior sucesso da banda.
  Mas no meio do processo, mais precisamente no mês de abril de 1991, uma bomba caiu na cabeça da banda, Eric Carr estava com um tipo raro de Câncer no Coração e tanto seu médico quanto Bob Ezrin resolveu que seria melhor para sua recuperação afastá-lo do processo de gravação do disco. Paul Stanley se recordou do jovem Eric Singer que tinha tocado bateria em 1989 na sua turnê solo pelos clubes americanos e que também já tinha trabalhado com LITA FORD, BLACK SABBATH, ALICE COOPER e BADLANDS, resumindo, um verdadeiro 'baquetas-contratadas' do Hard Rock e contrataram-no para esse disco, mas, eis que em setembro Eric sofreu uma recaída que o induziu ao coma 2 meses antes de falecer em 24 de Novembro daquele mesmo ano, curiosamente no mesmo dia de Freddie Mercury, mas não sem antes fazer sua derradeira gravação com a banda, não na bateria mas nos backing-vocals da faixa 'God Gave Rock and Roll to You II' que se tratava de uma versão para a música de mesmo nome do grupo setentista THE ARGENTS, música essa que serviria de trilha sonora para o filme "Bill & Ted's Bogus Journey" estrelado pelo jovem Keanu Reeves, mas essa é outra história.
  Passado o trauma a banda resolveu seguir adiante nas gravações efetivando Eric Singer nos tambores e eis que em 14 de Maio de 1992 o disco é lançado.
  Nesta época eu tinha 12 anos, já gostava do KISS desde criancinha, graças ao fato d'eu ser o mais novo de uma família de 4 filhos e meus irmãos ouvirem KISS vez por outra, mas nesta época em específico eu comecei a caminhar com minhas próprias pernas pelos caminhos tortuosos do ROCK AND ROLL e um certo dia adentrei num supermercado perto de casa e me deparei com uma versão pirata daquelas feitas no Paraguai de uma fita K7 do "Revenge" do KISS, logo reconheci o mais novo disco da minha banda predileta e a comprei tendo ela até hoje, nem sei como, pois essa fita rolou milhares de vezes desde então!
K7 'piratinha'
  No ano seguintes saiu o filme "Bill & Ted's Bogus Journey" na TV e no dia em que assistí pela primeira vez na Sessão da Tarde foi um sonho realizado e em 1994 veio a notícia que me deixou eufórico, o KISS voltaria ao Brasil depois de 11 anos para a primeira edição do 'Phillips Monsters of Rock' trazendo a turnê e o palco do "Revenge" completo, o problema era que eu tinha apenas 14 anos e não poderia ir, primeiro porque não tinha dinheiro para tal, estava sem trabalhar e segundo que meus pais jamais deixariam, isso estava fora de cogitação, então o que mais me restava? Continuar colecionando tudo que saísse da banda em bancas, como por exemplo todos os artigos de Jornais da época cobrindo geral o evento, com fotos e entrevistas exclusivas. Ainda tenho esses jornais também....rs...

Notícias Populares 13/08/1994

17 de Agosto de 1994
  Sei que acompanhei pela TV tudo que se falava do KISS e até o show que foi transmitido pela TV Gazeta pro interior e MTV na Capital. Ah, o palco que veio era da turnê anterior de 1990, da "Hot in the Shade World Tour" com a banda saindo da boca da esfinge ao invés da Estátua da Liberdade-Caveira que soltava fogo pela coroa.
  Com o passar dos anos me tornei um verdadeiro membro do KISS ARMY e sumidade no assunto KISS acompanhando passo a passo a banda que conheci com 3 anos de idade, mas comecei definitivamente a acompanhar somente à partir de 1992 com 12 anos.
  Aos 14 anos fui com meu falecido pai à uma antiga loja de instrumentos musicais aqui de Mogi Guaçú para comprar minha primeira guitarra e lá também vendiam LPs e me deparei com um do "Revenge" lindo e zerado, mas não pude comprá-lo, sonhei com ele por anos.

Vinil, sonho de consumo!
  Em 1995 entrando no colegial conheci um cara, o finado William, que tinha uma camiseta oficial do "Revenge" que ele tinha ganho numa promoção do programa 'Clip Trip' da TV Record (acho) e eu lhe ofereci uma nota preta pela camiseta que ele não me vendeu, infelizmente ele morreu uns 9 anos depois sem me vender nem dar aquela raridade. Anos depois ganhei de presente de natal a versão em CD do "Revenge" com prensagem alemã e logotipo alterado (aquele com os SS em formato de Z ao contrário), raridade, mas nem por isso me desfiz da minha querida fitinha K7. Em 1999 o KISS, já com Ace e Peter de volta e com make-up viriam ao Brasil assim pela primeira vez, fiz 'das tripas coração' e realizei o meu sonho de enfim vê-los ao vivo, mas nesta ocasião nenhuma faixa de discos dos anos 80 em diante devido à formação original.

Capa alemã com os SS em formato de Z.
  Em 2003, já há alguns anos trabalhando em Rádio e tendo me infiltrado na cena certa tarde recebi um telefonema de uma pessoa de São Paulo me informando que Eric Singer viria ao Brasil para a "1º KISS Expo" e se eu queria credenciais, se eu queria credenciais? Mas é claro pô! E lá fomos eu e meus amigos e parceiros de Coda On Line Eduardo Maia e Vagner Aguiar participar da coletiva de imprensa do cara no Instituto Musical Souza Lima em SP, onde conhecemos o cara e tivemos a oportunidade de fazer algumas perguntas à ele, devo dizer que a primeira impressão que tive dele não me agradou, apesar da usual 'cegueira' de um fã do KISS perante um membro ou ex-membro (o que ele era na época), mas deixei de lado achando que fosse apenas uma impressão errada. Essa coletiva aconteceu na quinta-feira e no sábado foi realizada a tal "KISS Expo" no interior de São paulo, na cidade de Limeira, devo dizer que apesar de tudo o evento foi fraco e que lá eu me certifiquei que o tal Eric Singer era sim um babaca, mas isso explico num post futuro.

Eric Singer na "KISS Expo" em 2003
  Em 2007 outra equipe resolveu fazer uma Convenção de fãs do KISS de verdade no Brasil chamada "KISS Fest" que seria em Campinas e traria o ex-guitarrista do KISS Bruce Kulick, aí sim a coisa foi outra, sem credencial desta vez mas mesmo assim cobrindo o excelente evento, acabei conhecendo pessoalmente o guitarrista que se mostrou uma ótima pessoa e até que enfim fui agraciado com faixas do disco "Revenge" tocadas ao vivo pro algum músico envolvido nas gravações do tal disco. Uma ótima experiência que se repetiu ano passado também em Campinas, mas em outra casa menor, a segunda edição da "KISS Fest" novamente contou com Bruce Kulick além de outras atrações e de novo foi muito bem organizada e deixou belas lembranças!
com Bruce Kulick já em 2011 na segunda "KISS Fest"

  Ainda no ano passado ganhei de um novo e bem vindo amigo uma camiseta oficial do "Revenge" originalmente datada de 1992 e que para mim veio como se fosse um 'tesouro' e a guardarei às 7 chaves, tanto que numa visita à um KG de fãs do KISS em São Paulo recentemente eu vestia essa preciosidade que prontamente foi reconhecida pelo dono da casa assim que entrei : "Essa sua camiseta é uma raridade das antigas héin?" foram as palavras que ouvi de um expert em KISS lá da capital, imagina como eu me senti?
  Enfim, atualmente só me falta um exemplar em vinil deste belo disco, pois até CDs e DVDs de shows da turnê do "Revenge" no Brasil e Argentina eu tenho aqui e, se caso alguém quiser me presentear com um exemplar em vinil dele, ficarei eternamente grato e será guardado pra sempre no meu coração!
  Essa foi minha pequena homenagem à esse disco que hoje completa 20 anos e que foi trilha sonora da minha adolescência!
  "God Gave Rock and Roll to you, gave Rock and Roll for everyone!"
Encarte do meu "Revenge" com autógrafo de Bruce Kulick
chamada típica do NP

Notícia Populares 26/08/1994
Folha de São Paulo - 29/08/1994
Camiseta da banda do filme "Bill & Ted's Bogus Journey
Uma das revistas da época apresentando novo baterista
 
a tal Camiseta (frente)
a tal Camiseta (costas)

foto da geral do Palco "Revenge/ Alive III Worldwide Tour"

a 'transformação' da Estátua da Liberdade

detalhe mais próximo da estátua
Palco "Revenge/Alive III"
Cartaz em contracapa de revista da época.

Contracapa do encarte com autógrafo de Eric Singer




Nenhum comentário:

Postar um comentário