domingo, 5 de fevereiro de 2012

INOCENTES, uma lenda Punk em Mogi Guaçú!


 Após a festa de 3 anos do Coda On Line, Eduardo e Júnior decidem dar um tempo nas festas e seguem apenas com o programa no ar. Este tempo levou um ano e o programa só voltou a organizar um show devido ao aniversário de 4 anos do Coda On Line e que traria à Mogi Guaçú e toda sua região (pela primeira vez também) a maior lenda viva do Punk-BR, INOCENTES.
  O show foi marcado para o dia 24 de Agosto de 2002 e estaria de volta à Tempo Clube, sem pompa e frescuras como manda um bom show de Punk Rock, as bandas selecionadas para abrir o show seriam a banda LETAL de Mogi Guaçú, que praticava uma espécie de Punk e era formada por Cristiano 'Minhoca' no baixo e backing vocals, Ademir 'Bagaceira' na guitarra e vocais e Bruno (na época com apenas 12 anos) na bateria. Esse power trio foi formado no final de 2000 com a saída do Bagaceira da banda BB Manko e aliando-se ao Bruno (filho do grande Ivaldir, baterista de várias bandas desde os anos 80 aqui na região entre elas D.B.T. que era formada também pelos músicos Bachin no baixo e os guitarristas Maurício Kemp e Hudson (futuro Insígnia), a mais conhecida foi o Rotten Corpse, ao lado do Irineu no baixo e do Bijú na guitarra) e também o baixista Cristiano 'Minhoca' e que estavam nesta época lançando sua demo em CD 'Letal - Violence' que vendeu muitíssimo bem na época e a banda foi só crescendo. ao pedir umas palavras sobre o show ao Bruno (sim, pois os outros dois desapareceram do mapa faz tempo, infelizmente), ele me disse que não se lembrava de nada em destaque, até pelo fato da sua tenra idade na época (12 anos como já citei) e preferiu apenas agradecer : "Bom meus agradecimento são pro meu pai, os caras do Coda , banda Inocentes que foram muito foda , e a galera que sempre tava com agente.". 


Bruno (bateria) e Bagaceira (g/v) ao vivo com o LETAL

Capa do CD-demo da banda LETAL










Outra banda que abriria o show dos INOCENTES era uma sugestão minha e vinha da cidade de Itapira, o já aclamado ANONIMATO, também um trio formado por Osní (baixo e vocal), Fernando Bazani (guitarra e vocal, atual Mr. Speed e Love Gun KISS Cover) e Cristiano 'Grilo' (bateria e vocal), eles também estavam há um bom tempo na estrada e lançavam seu primeiro trabalho também na época chamado 'First' e que trazia uma capa 'singela'...


Osni e Fernando (ANONIMATO) na Rádio

Capa do CD-demo do ANONIMATO


  Decidido as bandas que tocariam era só acertar detalhes burocráticos e esperar pelo dia do show, que começou cedo com a chegada das bandas INOCENTES (que vieram numa van fretada de Sampa pra cá com  algumas alterações na formação como a presença do guitarrista André (do OKOTÔ) no lugar de Ronaldo e um baterista que não me recordo o nome agora substituindo Nonô, além de Clemente (acompanhado de sua patrôa) e Anselmo e seu irmão (que era roadie da banda)), LETAL e ANONIMATO que chegaram fazendo a maior festa (como sempre) numa Kombi branca que eles carinhosamente chamavam de 'Sivuca'! O clima de festa tomou a rádio e surgiram membros de outras bandas da região por lá também, apenas para darem seus CDs ao vocalista e guitarrista Clemente que na época era diretor artístico do programa musical da TV Cultura chamado 'Musikáos', apresentado por Gastão Moreira (ex-MTV), quem se lembra sabe do que eu estou falando.


INOCENTES no ar

  Após uma grande e descontraída entrevista e extensa sessão de fotos pela rádio coube a mim ser o Cicerone da banda e acompanhá-los até a Tempo Clube para descarregarem os equipamentos, ao hotel para descarregarem as bagagens e à churrascaria para jantarem e de volta ao Clube para a passagem de som e por fim ao Hotel para descansarem até a hora do show. Digo a vocês, circular pela cidade por várias horas dentro da van de uma lenda do Punk Brasileiro acompanhado pelos mesmos e acrescido de outra lenda que é o André (que tocou com OKOTÔ e VIRGINIE Virginie Boutaud - da banda METRÔ) é algo que você nunca irá esquecer na sua vida, pois as histórias que circulavam ali na intimidade daquele veículo eram do 'arco-da-velha' , bastidores do Punk e do Pop Brasileiro ali que eu não poderia contar aqui, com excessão de um fato curioso que era bem recente, o lançamento da coletânea 'Só Sucessos' que uma certa gravadora lançou das bandas INOCENTES  e RATOS DE PORÃO, na verdade um caça-niqueis bem mal feito (que inclusive tenho aqui e os fiz autografar, vê se pode? hahahaha) do qual eles estavam reclamando do fato de não terem sido contactados e nem recebido direitos sobre aquilo e pelo fato do lançamento sair com aquele nome esdrúxulo pois desde quando banda Punk e obscura como eles tem 'Sucessos'? Me parece até que o João Gordo andou quebrando uns CDs desses ao vivo em seu (na época) programa da MTV.
o tal CD
 E jantar com eles na maior churrascaria da cidade foi outro capítulo à parte, pois, você imagina adentrar num restaurante grande e cheio de famílias num sábado à noite acompanhado de um bando de Punks, tatuados e com piercings em 2002 (aqui ainda era bem impressionante), mesmo eles sendo senhores respeitáveis, sem jaquetas de couro ou moicanos, mas ainda Punks e mais engraçado ainda era ver que eles comiam mais vegetais do que carne em si, apenas eu e o irmão do Anselmo que comemos mais carne naquela ocasião...


Público variado mas fiel ao Coda!
  Chega a noite e a casa começa a ficar quente e cheia, um típico clima de Rock And Roll no ar, muita gente descolada, divertida e gente fina chegando das cidades da região toda e as bandas começam a tocar, primeiro o ANONIMATO esquentando a turma da região toda, inclusive de sua terra-natal Itapira com seus vários covers de Hard Rock, KISS e sons próprios como 'You Were Made to Me' e 'Rebels', todos ligeiramente 'mamados' mas fizeram um puta show de abertura com certeza! Na sequência do calor veio a prata da casa, LETAL fazendo seu set insano com covers de Dead Kennedys e Nirvana entre seus sons próprios como 'Dinheiro' e o hit 'Porque Não Devemos Confiar nas Mulheres' com sua letra hilária e acelerada, fizeram um grande show do mais puro Punk Rock. 


ANONIMATO ao Palco! (Osni e Fernando)
  Enquanto isso nos bastidores, uma pancada de fãs e músicos de outras bandas circulavam na área a céu aberto atrás da Tempo Clube socializando com o pessoal dos INOCENTES, era cara de moicano colorido, com headbanger cabeludo e desdentado, patricinha de mini saia e vestidinhos e fãs mais 'caretas' e comportados, todos se misturavam numa grande irmandade Rocker. Autógrafos, flashes de fotos, garrafas e guitarras, tudo ao mesmo tempo no mesmo local, saudades mil de uma época que não volta mais!


Cristiano 'Grilo' ANONIMATO
  Chega a hora do grande show da noite e eis que surgem no palco os músicos dos INOCENTES tocando logo de cara o hino 'Rotina' pra não deixar ninguém parado e as rodas se abrem, o Anselmo tocando seu baixo como se não houvesse ontem e vestido com a camiseta do LETAL, André com sua guitarra semi-acústica (típica de rockers) numa elegância digna de psycho-billy, uma galera chapada na beira do palco, uma roda gigante no centro da casa e o restante espalhado à sua volta, e clássicos atrás de clássicos, 'Garotos do Subúrbio', 'Miséria e Fome', 'Não Acordem a Cidade', 'Ele disse Não' e os maiores hinos da banda fizeram punk véio chorar de alegria. 


INOCENTES ao vivo
'Pânico em S.P.' e o maior sucesso comercial deles (talvez o único) 'Cala a Boca', finalizava uma noite memorável e inesquecível para os reles mortais que estiveram por lá naquela mágica noite em que um fã quase quebrou um dente do Clemente, ao agarrar o pedestal dele enquanto ele cantava e bater em sua boca por acidente, coisa de bêbado.....hahahahah...
  Após esta festa Punk, Eduardo e Júnior recarregaram as baterias para dar continuidade neste belo Projeto que era o Coda On Line e organizar mais um ótimo show para breve, aguardem.
Anselmo nos estúdios da Rádio


Família INOCNETES e CODA juntas no final do Programa

Festa nos estúdios do CODA ON LINE

Anselmo recomendando um som pras cabeças!

LETAL ao vivo

LETAL (Bruno, Minhoca e Bagaceira)

Cristiano 'Minhoca' e Clemente no camarim da Tempo Clube

Anselmo tocando com a camiseta do LETAL

INOCENTES (nos estúdios do Coda autografando CDs e LPs)

5 comentários:

  1. ola. depois de muito tempo achei alguma propaganda da banda "le fou" de mogi... tenho um cd que me foi "vendido" por um vendedor de pizza no meu antigo emprego... sabe dizer se a banda chegou a lançar mais algum cd? obrigado e desculpa amolação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amolação nenhuma meu nobre. A banda não lançou mais nada depois deste CD, durou mais uns dois anos, creio eu e se desfez definitivamente. Há uma música gravada em português nos anos 90 com a formação da época, cerca de 1996 chamada 'Senhores da Guerra', que é a mesma deste CD, mas com uma formação que só conta com o baterista nas duas versões gravado em Campinas para ser veiculada pela extinta Rádio Cidade de Mogi que colocou a banda num show de aniversário na mesma época e um ano depois a banda já tinha outra formação e uma proposta bem mais pesada, beirando o industrial e foi quando lançaram um K7 com cerca de 5 canções, todas em inglês, essa fitinha sim é uma relíquia perdida no tempo, isso foi em 1997, depois a banda acabou em 98. O Le Fou só retornou em 2000 com o baterista e vocalista originais que foi esta versão que lançou este CD que vc tem. Só não entendi porque você citou o LE FOU numa matéria em que ela não consta hahahaha...
      Forte abraço.

      Excluir
  2. hahahahahaaha na vdd digitei no google com aspas, abriu seu site e caiu na materia que falava sobre, ai eu li e fui ver mais uma materia que voce postou. sai fazer outra coisa e lembrei que precisava perguntar do "le fou" quando voltei. acabei postando na pagina errada sem querer. obrigado das informaçoes. uma pena a banda ter acabado. aqueles cds fizeram sucesso por 8 anos naquele antigo serviço, pq o dono radio do gostava e eu nao deixava de fazer copia pra deixar la pra tocar hahahahahaha. eles nao jogaram nem um video no youtube dessa musica? abraço boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc trabalhava em rádio? ou entendi errado....rrrssss

      Excluir
  3. nao trabalho em radio nao. na epoca, no supermercado o radio era "nosso".... o cd do "lefou" que nos venderam chamava "believe"... abraço boa semana...

    ResponderExcluir