sábado, 4 de outubro de 2014

“ROCK’N’POETRY – GATOS & ALFACES”


“ROCK’N’POETRY – GATOS & ALFACES”
Lançamento da coletânea “Ainda Respira! O Melhor Rock do Brasil no Século XXI vol. 1”
Galeria Olido – Centro de São Paulo/SP
Dia 27 de Outubro de 2014 – 18hs
Organização Luiz Carlos Barata Cichetto (https://www.facebook.com/gatosealfaces )
  Já sendo anunciado há alguns meses via redes sociais e afins, o volume 4 da Revista Gatos & Alfaces, publicação totalmente independente e artesanal do incansável rockeiro, agitador cultural, poeta e multimídia Barata Cichetto, traria uma coletânea física em CD com capa dura em formato de livreto com 18 bandas independentes da cena atual que faz o Rock and Roll Ainda Respirar. O outro projeto do Barata é um livro intitulado 33 R.P.M. – Relicário de Poesia Marginal” com a participação de 34 poetas e a festa de lançamento desses dois projetos ambiciosos fez ele criar outra situação ambiciosa, reservar a conhecida Vitrine de Dança da Galeria Olido, 
O livro
plantada no centro velho e marginal de Sampa para um evento que seria um misto de exposição de quadros, sarau e shows de Rock feito por 3 das bandas presentes na coletânea, a saber, KAMBOJA que está chegando ao seu primeiro álbum com tudo na cena paulista, BLUES RIDERS comemorando seus 20 anos de estrada e PSYCHOTIC EYES que, agora reduzido à um duo de cordas, pois recentemente perdeu seu baterista, iria lá fazer o primeiro show de Death Metal acústico que se tem notícia no Brasil, e não é que funcionou?!?!
  Lá pelas 18:30 Barata fez as honras de abertura da noite com um público já numeroso introduzindo a banda PSYCHOTIC EYES nas personas de Dimitri Brandi e Douglas Gatuso que empunharam violões e destilaram um curto set acústico de seu Metal extremo com uma pequena participação de Barata recitando um poema com a banda fazendo a trilha sonora, o poema chama-se ‘Olhos Vermelhos’ e quem sabe sai no próximo play da banda?


PSYCHOTIC EYES
O set list do PSYCHOTIC EYES foi:
‘The Hand of Fate’
‘Life’
‘Dying Grief’
‘My Kantele’ (cover do AMORPHIS).
Barata Cichetto e Gigi Jardim, ambos da Revista.

  Durante o show o local foi lotando e de repente tava cheio de gente pela galeria e do lado de fora também, pois ali é uma vitrine de vidro transparente mesmo para que todos que passam no calçadão possam dar uma olhadinha. Entre o público que tinham famílias inteiras, com muitas crianças, vale uma nota sobre isso, também estavam grandes nomes da história do ROCK feito com amor do Brasil, como Nilton Cachorrão (vocal CENTÚRIAS), Luiz Domingues (ex-baixista da CHAVE DO SOL, LÍNGUA DE TRAPO, PATRULHA DO ESPAÇO e atual PEDRA entre outras), Xande (voz e guitarra – BARANGA), Zé Brasil (APOKALYPSIS), Oswaldo Vecchione (MADE IN BRAZIL), Tibet (ex-vocalista que cantou no MADE IN BRAZIL, TUTTI FRUTTI, AJNA e carreira solo) entre outros...

Acompanhado de Tibet um das maiores vozes do nosso som pesado.
  Chegou a hora do KAMBOJA, banda meio nova que tem um séquito grande de fãs, muitos presentes e uniformizados com as camisetas que levam o logo da banda e conta com um dos 3 maiores bateristas da história do som pesado nacional Paulão Thomás (que fez história no CENTÚRIAS, HARPPIA, FIREBOX, BARANGA, etc...) e que está presente em 3 das bandas que estão na coletânea “Ainda Respira”, o KAMBOJA, BARANGA e MANO SINISTRA, uma verdadeira lenda e sempre simpático!

Frank Gasparotto (baixo - KAMBOJA)

KAMBOJA 'in-tha-house'
  A banda agitou todos com canções novas e algumas do primeiro EP (veja mais em http://www.tocadoshark.blogspot.com.br/2014/01/kamboja-o-novo-ataque-sonoro-do-rock.html ), regadas com uma energia monstruosa e amplificada em 100 vezes, Heavy’n’Roll dos bons!
O set list do KAMBOJA:
‘Alien-naçao’
‘Se Deus Pudesse me Ouvir’
‘Sangrando’
‘Sempre pra Cima’
‘Tarde no Bar’
Fabio Mk (vocal) e Edu Moita (guitarra) - KAMBOJA

Paulão Thomas (KAMBOJA)

KAMBOJA
  No intervalo entre as bandas o pessoal da Web Radio Stay Rock Brasil (que você provavelmente está ouvindo enquanto lê essa matéria) apareceu para sortear brindes e alguns poetas tomaram o microfone para uma palavrinha com a galera. O clima era de total Happening, com a exposição dos quadros da artista plástica e poeta Nua Estrela que veio de Porto Alegre/RS especialmente para esse evento e os artistas e público se socializando entre si, com direito à muitas fotos e autógrafos.

Barata Cichetto acima com a revista e abaixo em minha companhia

Oswldo Vecchione (MADE IN BRAZIL) e seu fã mirim Icaro

Barata e Paulão

BLUES RIDERS e Icaro

Fabio Mk e Paulão (KAMBOJA) autografando meus discos (foto: Rhadas Camponato)
  Pra encerrar a noite em grande estilo recebemos os veteranos do BLUES RIDERS que estão comemorando 20 anos dessa estrada e relançando o primeiro CD “Blues Riders na Cidade Rock” de 2000 acrescidos de vários bônus.
  Reconheço minha ignorância e admito que não conhecia a banda pelo nome, apesar de reconhecer um ou outro som que tocaram lá. Fiquei impressionado com a performance dos caras, um puta show enérgico, Rocker, cheio de feeling e tesão, coisa de ‘nego véio’ mesmo de estrada! Igualmente impressionado ficou meu filho de apenas 10 anos que na terceira música olhou pra mim e disse categoricamente: “Pai, eu vou tirar uma foto com esses caras depois do show!” Quem sou eu pra negar isso à ele? Comprei o CD dos caras e falei pra ele: “Vai lá e pede pros caras autografarem.” O que foi prontamente atendido pelos 4 músicos que ficaram felizes de verem ali a nova geração chegando junto.



BLUES RIDERS em ação
  Com um set um pouco mais extenso que o das outras bandas, os BLUES RIDERS fizeram todos dançarem até as 21hs com 7 canções e uma intro, a saber:
‘Amém Rock’n’Roll’
‘Aqui Estou Eu’
‘Deixa o Rock Rolar’
a nova ‘Tara’
‘Easy Rider’
‘Urgente’ (que consta no CD coletânea “Ainda Respira”)
‘Nada sem Amor’
e pra fechar com participação da plateia cantando ‘Cidade Rock’ em homenagem à São Paulo.



BLUES RIDERS
  Vale ressaltar que tudo isso foi DE GRAÇA, sim, entrada franca e para adquirir qualquer produto da Editora Gatos & Alfaces (que lá estavam à venda no balcão), sejam eles a própria revista com a coletânea encartada, os números anteriores ou o livro 33 R.P.M. – Relicário de Poesia Marginal” basta entrar em contato com a produção nos canais da web:
CONTATO@GATOSEALFACES.COM.BR
(11) 9 6358-9727
Fotos: Alexandre Wildshark
KL Castro (Kadu e Lilian)

Barata e Paulão (KAMBOJA)

Público numeroso e variado

A revista mais o CD




BLUES RIDERS

com os BLUES RIDERS Augusto Marques (g/v) e Alvaro Sobral (bx)

com Xande (g/v - BARANGA)

PSYCHOTIC EYES acústico

Um comentário:

  1. Puta festa!! Inesquecível aos sentidos e ao coração!! tatuada na alma!!

    ResponderExcluir